domingo, 23 de outubro de 2011

Frases - Classificação

Frase é todo enunciado de sentido completo, constituído por uma palavra ou um conjunto de palavras, capaz de estabelecer comunicação.


Inicia-se com letra maiúscula e termina com um sinal de pontuação.

Na comunicação oral, a frase é marcada por uma entonação, por um ritmo, dá sentido a frase, para saber do que a pessoa está falando. Na escrita, é a pontuação que determina o sentido da frase.

Observe os diferentes sentidos que a mesma frase pode assumir conforme a sua pontuação: 



  •  Ela é uma menina estudiosa? (expressa um pedido de informação, está fazendo uma pergunta). •
  • Ela é uma menina estudiosa!!! (expressa uma critica). 
  •  Ela é uma menina estudiosa. (expressa uma declaração)

Os tipos de frases 

Interrogativa: Nas frases interrogativas utiliza-se o ponto de interrogação [ ? ]. Nestas frases expressa-se uma pergunta, um pedido de informação ou esclarecimento sobre algo.

Exemplos:
1. Onde você vai almoçar hoje?
2. Você já fez sua lição de casa?
3. Quando você vai me levar ao cinema?


Declarativa: Nas frases declarativas utiliza-se o ponto final [ . ]. Nessas frases expressa-se uma declaração afirmativa ou negativa a respeito de algo.

Exemplos:
1. Hoje eu vou almoçar na casa da minha vó.
2. Já terminei toda a minha lição de casa.
3. No final de semana nós iremos ao cinema.


Imperativa: Nas frases imperativas utiliza-se o ponto final ou o ponto de exclamação [ ! ] . Nessas frases expressa-se uma ordem, um pedido, um convite.

Exemplos:
1. Vá fazer sua lição de casa agora! (ordem)
2. Por favor, vá fazer sua lição de casa. (pedido)


Exclamativa: Nas frases exclamativas utiliza-se o ponto de exclamação [!]. Nessas frases expressa-se surpresa, emoção, ou algum sentimento de alegria, tristeza, ódio,etc. Podemos terminar a frase usando mais de um ponto de exclamação.

Exemplos:
1. Nossa que legal!!
2. Oba, vamos ao cinema!!
3. Não quero mais ver você na minha frente!!

Frases nominais e verbais 

A frase nominal é a frase que não tem verbos, constituída, portanto, apenas por nomes.
Uma frase curta, incisiva que tanto pode expressar ações quanto apontar os elementos essenciais de um quadro numa descrição.

Exemplos:
Blusa da Bia.
Menina feliz.

As frases verbais são frases que possuem verbos.

Exemplos:
Corra até o carro.
Pule bem alto!

 

ORAÇÃO

É o enunciado que se organiza a partir de um verbo. Ela pode ter sentido sozinha, construindo a oração absoluta de um período simples, ou fazer parte de um período mais complexo. Nesse caso, passa a ser uma das orações de um período composto, caso em que não possui, necessariamente, sentido completo.
Toda oração contém um verbo (ou locução verbal) e não poderá haver dois verbos (ou duas locuções verbais) numa única oração.
Dessa forma, “Fogo!” é uma frase, mas não é uma oração.
Já “O homem pediu fogo.”, é uma frase constituída de uma oração.

PERÍODO

Chamamos período à frase constituída de uma ou mais orações, formando um todo, com sentido completo. O período pode ser simples ou composto.
O período é simples quando constituído por apenas uma oração (oração absoluta):
O galo cantou.

O período é composto quando constituído por duas ou mais orações:
O galo cantou quando o leiteiro chegou.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

História da leitura na Internet



  "Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores." (Charles W. Elliot)
http://www.chongas.com.br

Atividades de incentivo à leitura



Sugestões de atividades de incentivo à leitura
Muitas vezes, nós temos dúvidas em relação à que atividades desenvolver para estimular os pequenos leitores. Para isso, a professora Rejane Jorge elaborou este "cardápio" de atividades que acreditamos serem úteis no trabalho em sala de aula, e por que não dizer no Clube de Leitura? Fiquem à vontade para adaptá-las à realidade dos seus pequenos, só pedimos que seja citada a fonte. Boa degustação!

CARDÁPIO DE LEITURA

Dinamizadora: Rejane Jorge

RODA DA LEITURA
Todos os alunos, sentados em forma de círculo, para a realização da leitura do dia;

VENDER O LIVRO
Todos os alunos, após a leitura do livro, um por vez, farão a apresentação do livro lido. Deverão, no seu momento, convencer aos demais que o livro é bom;

DRAMATIZAÇÃO DO LIVRO
O professor deverá sugerir 03 (três livros para os alunos escolherem. Após, realizará a leitura e o desenvolvimento teatral do texto, envolvendo-os na história e na dramatização;

PROPAGANDA DO LIVRO
O aluno fará o papel do autor para promover a propaganda do livro, porém, não poderá contar o final do mesmo;

CAIXINHA DE LEITURA
O professor selecionará algumas frases, parágrafos curtos, textos e outros, colocando-os em uma “caixa”. No momento reservado à leitura, cada aluno retirará da caixinha-surpresa o que deverá ler no dia;

PALANQUINHO
Ao término da leitura, o aluno subirá no palanquinho para falar que parte do livro gostou mais. Ele torna-se o centro das atenções;

CONTADOR DE HISTÓRIA
No momento integração do “curtindo as leituras”, o zelador, o pai, a coordenadora e outros mais, serão convidados para contar uma história;

ALÔ LEITURA
O professor dividirá a turma em grupos de 2 a dois (dois a dois), que simularão uma ligação telefônica para contar ao amigo o livro que escolheu e o que mais lhe chamou a atenção ao tê-lo;

PAINEL DE LEITURA
Cada aluno escreverá uma frase que identifique o livro por ele lido. Essa frase vai para o painel, destacando a leitura realizada no dia;

SELF-SERVICE
O professor enfeita uma cadeira para colocá-la em frente aos demais alunos e assim, o alunos escolhido, falará sobre o livro lido;

GIRA-GIRA DO LIVRO
Cada aluno lerá uma página do livro, e ao final, todos terão participado;

MÚSICA NA LEITURA
“Curtindo as leituras” é o momento onde o professor escolherá uma música para trabalhar; a letra, a melodia e a interpretação... é um instante descontraído e diferente;

FEIRA DO LIVRO
O professor promoverá na escola, uma feira de exposição de livros lidos pelos seus alunos. Convidará outras turmas para que, durante o evento, possam apreciar as apresentações dos livros. Cada aluno apresentará 03 (três livros na exposição;

TROCA-TROCA NA LEITURA
 
Após a realização da leitura diária, o professor fará a divisão da turma em grupos de 02 (dois a dois) ou 03 (três a três), para que, troquem experiências sobre os livros lidos – cada um no grupo fala do livro que leu;

TEATRO NA LEITURA
Lido o livro escolhido, o aluno apresentará o conteúdo da história através de teatro – de vara, fantoches, dobraduras e outros;

RECONTANDO A HISTÓRIA
Momento em que cada aluno terá a oportunidade de recontar uma história, uma fenda, “causo” ou fato real;

TEXTOTECA
É quando o professor colocará à disposição dos alunos, textos diversos para leitura;

REPÓRTER DA LEITURA
O professor escolherá um aluno para ser o repórter. As perguntas deverão ser direcionadas para o questionamento pelo entrevistado;

PERSONAGEM DA HISTÓRIA
Realizada a leitura do dia, o aluno deverá comentar os personagens que mais se destacaram na história em questão;

CADERNO DE LEITURA
O professor sorteia um aluno para trazer um texto que será lido naquele dia;

BIBLIOTECA
O professor deverá escolher um dia para levar os alunos para a biblioteca;

MURAL DE TEXTOS
O professor pedirá aos alunos que tragam de casa textos variados, que deverão ficar afixados em mural para que os alunos leiam;

RECEITA CULINÁRIA
Você traz vários livros de culinária, pede para escolher sua receita predileta, escrevê-la no caderno e interpretá-la, começando por: qual é o título do texto? Se for possível, faça o dia da culinária, execute com a turma uma receita;

CINEMA
Levá-los a conhecer o cinema da cidade e dar-lhes a oportunidade de assistir um filme para depois debatê-lo;

CORREIO NA ESCOLA
Nos livros de Magda Soares, há todos os procedimentos de uma carta. Depois de desenvolver esse processo da criação de uma carta com os alunos, peça-lhes que enviem pelo correio.


Curiosidade Língua Portuguesa


Curiosidades da Língua Portuguesa



É dito que o ser humano nasce, cresce, fica bobo e casa. Entenda o porquê vendo este anagrama do antes/depois do casamento.

Antes do casamento.

Ele: Sim. Custou tanto esperar por este momento.
Ela: Quer que eu vá embora?
Ele: Não! Nem pense nisso.
Ela: Você me ama?
Ele: Claro! Muito muito mesmo!
Ela: Alguma vez você me traiu?
Ele: Não! Porque você ainda pergunta?
Ela: Me beija?
Ele: Sempre que possível!
Ela: Algum dia você vai perder a paciência comigo?
Ele: Você está doida! De jeito nenhum!
Ela: Posso confiar em você?
Ele: Sim.
Ela: Querido!

Dez anos após o casamento.
Leia o texto de baixo para cima

Colaboração: Vera Lúcia de Cafelândia

http://www.blogger.com/post-create.g?blogID=8544112751233737393

Ditados populares

Ditados populares equivocados



Bicho Carpinteiro! Você já viu algum?
“Esse menino não para quieto, parece que tem o bicho carpinteiro!” Quem já não ouviu tal expressão? Mas, afinal, que bicho é esse? Um bicho pode ser carpinteiro? O ditado popularizou-se, ao longo dos anos, de forma errada, o correto é: “esse menino não para quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro”.  Dessa forma faz mais sentido, certo? Veja outros exemplos abaixo.

Cor de burro quando foge. Burro muda de cor quando foge? Como? Por quê? Que cor é essa?
O correto é: Corro de burro quando foge.

Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão. A batata é uma raiz, nasce enterrada; então, como ela se esparrama pelo chão se está embaixo dele?
O correto é: batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.

Quem tem boca vai a Roma. Usado para dizer que quem sabe se comunicar vai a qualquer lugar.
O correto é: quem tem boca vaia Roma (isso mesmo, do verbo vaiar). Mudança total no sentido do ditado!

Quem não tem cão, caça com gato.
O correto é: quem não tem cão, caça como gato (ou seja, sozinho).

Cuspido e escarrado. Usado quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.
O correto é: esculpido em carrara (carrara é um tipo de mármore)

Fonte: Correio Riograndense 


sexta-feira, 14 de outubro de 2011


15 de outubro - Homenagem ao Dia do Professor


As bolas de papel na cabeça,
Os inúmeros diários para se corrigir,
As críticas, as noites mal dormidas...
Tudo isso não foi o suficiente
Para te fazer desistir do teu maior sonho:
Tornar possíveis os sonhos do mundo.

Que bom que esta tua vocação
Tem despertado a vocação de muitos.
Parece injusto desejar-te um feliz dia dos professores,
Quando em seu dia-a-dia
Tantas dificuldades acontecem.
A rotina é dura, mas você ainda persiste.
Teu mundo é alegre, pois você
Consegue olhar os olhos de todos os outros
E fazê-los felizes também.

Você é feliz, pois na tua matemática de vida,
Dividir é sempre a melhor solução.
Você é grande e nobre, pois o seu ofício árduo lapida
O teu coração a cada dia,
Dando-te tanto prazer em ensinar.

Homenagens, frases poéticas,
Certamente farão parte do seu dia a dia,
E quero de forma especial, relembrar
A pessoa maravilhosa que você é
E a importância daquilo do seu ofício.
É por isto que você merece esta homenagem
Hoje e sempre, por aquilo que você é
E por aquilo que você faz.

Felicidades !!!
Autor: (Desconhecido)

Ser professor

domingo, 9 de outubro de 2011

Colheres de pau contando história...


           O teatro de fantoches apresenta valores sociais, lingüísticos e literários.
       Contribui para desenvolver na criança a imaginação criadora, o pensamento crítico, a linguagem em todos os seus aspectos, o enriquecimento de experiências, o senso de responsabilidade.
       Muito aconselháveis para desenvolver crianças tímidas e inibidas, os fantoches concorrem para a socialização, o relaxamento de tensões emocionais e a formação de atitudes positivas.
      Escondidas atrás de um palco, as crianças manobram bonecos, confeccionados  por elas próprias, e com os quais se identificam inteiramente.
         O teatro é um dos melhores meios de que dispomos para ajudar a criança a integrar-se ao seu ambiente. Isto porque lhe oferece oportunidade, através de experiências concretas, de ampliar seu poder de observação e enriquecer sua capacidade de expressão.


Objetivo -  Fantoches  com colher de pau:
Estreitar laços entre mundo imaginário – rico em detalhes, sonhos, alegrias – e vivência real do aluno.


Aqui temos o resultado do trabalho feito pelos alunos da 5ª série, 5M3 e 5T1, do Colégio Senhora de Fátima , nesse ano de 2011. Parabéns aos meus queridos alunos pela dedicação e criatividade!!!

































sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Com o erro também se aprende...


Tapuer



Tapoé


Cartaz exigido em cidade nordestina. O aportuguesamento da marca “Tupperware” é “tapuer







Uso do acento grave: a cavalo

Há três erros na placa.
1. O substantivo masculino “cavalo” é masculino, portanto, não exige o artigo feminino “a”. Consequência: não há acento grave.
2. A ênclise foi usada erroneamente, pois o pronome relativo “onde” exige próclise: “onde se pode”.
3. O nome da cidade (Itu) não tem acento, pois é uma oxítona terminada em “u”.

A partir - sem acento grave

Erro grosseiro de crase

Usa-se o acento grave antes de palavras femininas (substantivos), porque o fenômeno “crase” é a junção do artigo feminino “a” mais a preposição “a”. Exemplos: Ficou à vontade. Fez referência à escola. Se a palavra seguinte for masculino, usa-se “ao”. Exemplo: Fez referência ao educandário.

No caso da placa, o acento grave (indicativo da crase) foi posto antes de um verbo, categoria de palavra que não admite artigo de forma alguma. Então, a letra “a” antes de “partir” é apenas uma preposição. 

assessor do candidato a deputado exagerou na importância do chefe, pondo o cargo pretendido em letra maiúsculamas isso nem chega a ser umerro. No caso, foi pura bajuação.

Erro mesmo foi escrever o porquê com acento e junto. Ficaria melhor assim:Por que ele quer ser deputado? Afinal, em perguntas, o porquê é escrito separadamente.

Por que - pergunta, início de frase. Ou quando der para substituir "por pelo qual", "pela qual".
Porque - resposta,indica causa.
Por quê - pergunta, bem junto a uma pontuação, fazendo que o "que" se torne um monossílabo tônico.
Porquê - substantivado (antecedido de artigo), como sinônimo de razão e motivo.

Xérox ou xerox?

O cartorário entende bem português. A marca da máquina não tem acento, pois não se pode aportuguesá-la. Xérox, como sinônimo de fotocópia, entra no sistema ortográfico brasileiro: todas as palavras portuguesas terminadas em X (com mais de uma sílaba) são paroxítonas.

Vista e prazo


“À vista” comporta o acento grave (ainda que seja discutível), mas “a  prazo” nuncapois é uma palavra masculina.

Voz passiva sintética

A frase está na voz passiva sintética, portanto, conforme a gramática tradicional, deveria ser “Confeccionam-se roupas”. Há outro erro de concordância: “Confeccionam-se roupas masculinas e femininas”. Para ficar num português mais culto, faz-se a necessidade de mudar a última expressão: “Confeccionam-se roupas masculinas e femininas e fazem-se reformas pequenas em roupas usadas”. Afinal, não se confeccionam reformas. Ou, então, passar tudo para a primeira pessoa do plural: “Confeccionamos roupas masculinas e femininas e fazemos pequenas reformas em roupas usadas”.
O erro mais crasso é o primeiro “Confecciona-se roupas”. Os demais, com a distribuição gráfica na placa se tornam toleráveis.


Mal - substantivo



Placa exposta na Fazenda do Chocolateem Itu-SP. A frase tem uma mensagem belíssima,mas o letrista cometeu dois erros: “malsubstantivo é escrito com L e “destrói” deve ser acentuado, escrito com I. Plural: destroem,singular: destrói.


http://errarparaacertar.blogspot.com


Um pouquinho de "mineirês"...

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mahatma Gandhi


"Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras.
Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes.
Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos.
Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores.
Mantenha seus valores positivos, porque seus valores... Tornam-se seu destino."

                                                                         Mahatma Gandhi


Lições de vida...




"No colégio: primeiro te ensinam uma lição e depois aplicam uma prova.
Na vida: primeiro te aplicam uma prova e depois você aprende uma lição. "




"Você não precisa se livrar 
dos seus medos, basta aprender 
a conviver com eles."



"Uma das maiores vitórias que se pode conquistar, é derrotar um inimigo pela gentileza!! "



"Se o medo nasce do cansaço e da solidão, a vida nasce dos desafios.
Arrisque-se!"
  




Livres


" Você é livre para fazer o que quiser, pode resolver suas escolhas como entender, 
mas será sempre prisioneiro das consequências dos seus atos."

    Gostou das mensagens? Para mais mensagens desse gênero, acesse o link abaixo:

domingo, 2 de outubro de 2011

Desiderata






                                                      DESIDERATA

Vá placidamente por entre o barulho e a pressa
e lembre-se da paz 
que pode haver no silêncio.  
Tanto quanto possível, sem capitular, 
esteja de bem com todas as pessoas.  
Fale a sua verdade calma e claramente;
e escute os outros,
mesmo o estúpido e o ignorante;  
também eles têm sua história.

Evite pessoas barulhentas e agressivas:
elas são tormento para o espírito. 
Se você se comparar a outros,
pode tornar-se fútil e amargo; 
porque sempre haverá pessoas superiores e inferiores a você. 
Desfrute suas conquistas, assim como seus planos. 
Mantenha-se interessado em sua própria carreira, mesmo que humilde; 
é o que realmente se possui na sorte incerta dos tempos. 
Exercite cautela nos seus negócios;  
porque o mundo é cheio de artifícios;  
mas, não deixe que isso o torne cego à virtude que exista. 
Muitas pessoas lutam por altos ideais;  
e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.  

Seja você mesmo. 
Principalmente, não finja afeição. 
Nem seja cínico sobre o amor,
porque em face de toda aridez
e desencantamento ele é perene como a grama. 
Aceite gentilmente o conselho dos anos,
renunciando com benevolência 
às coisas da juventude. 
Cultive a força do espírito
para proteger-se num infortúnio inesperado. 
Mas não se desgaste com pensamentos negros.
Muitos temores nascem da fadiga e da solidão.

Além de uma benéfica disciplina,
seja bondoso consigo mesmo. 
Você é um filho do Universo,
não menos que as árvores e as estrelas. 
Você tem o direito de estar aqui. 
E quer seja importante ou não para você,
sem dúvida o Universo se desenrola como deveria.

Portanto, esteja em paz com Deus,
qualquer que seja sua forma de concebê-lo. 
E seja qual forem a sua lida e as suas aspirações,
na barulhenta confusão da vida,
mantenha-se em paz com a sua alma. 
Com todos os enganos, penas e sonhos desfeitos,
este é ainda um mundo maravilhoso. 
Seja otimista!
Empenhe-se em ser feliz!

                              Max Ehrmann, 1927

* DESIDERATA - Do Latim Desideratu: Aquilo que se deseja, aspiração.
Em alguns livros de referência,  Desiderata é ainda amiúde considerado como tendo sido "achado" na velha St. Paul's Church, em Baltimore, e que data de 1692.
Entretanto, ele foi realmente escrito por Max  Ehrmann, (1872-1945) que registrou ocopyright em 1927;  o copyright foi renovado em 1954 por Bertha K. Ehrmann.
(Tradução e comentários por Sílvio Darci da Silva